Novidades

Por: comKids (Redator)

O Festival comKids Prix Jeunesse Iberoamericano, que será realizado em São Paulo de 14 a 20 de agosto, é a versão latina de umas das maiores competições do cenário mundial de produções de TV voltadas ao público infantojuvenil, o Prix Jeunesse Internacional, em Munique, que recebe inscrições de obras de todos os continentes. E muitas das produções premiadas no evento mundial, por destaque em excelência criativa e qualidade, serão tema de um workshop especial na programação deste ano no Brasil.

** Workshops comKids – Inscrições aqui.

A coordenadora do Festival Prix Jeunesse Internacional, Kirsten Schneid (Alemanha), trará ao evento em São Paulo uma seleção de programas premiados e finalistas no festival alemão. São conteúdos infantojuvenis de variadas regiões do mundo, que serão o ponto de partida dos debates e das reflexões neste workshop também conhecido como MALETA PRIX JEUNESSE INTERNACIONAL. Há alguns anos a Fundação Prix Jeunesse desenvolveu essa prática de viajar com os programas, com o objetivo de promover a qualidade e de levar ao mundo um pouco de seu Festival pelos diferentes continentes. Aqui a Maleta será aberta no dia 19 de agosto, das 9h as 13h, na Cinemateca Brasileira e a mostra, com tradução disponível, será dividida em duas partes: Temas desafiadores e Histórias leves e originais. (veja abaixo)

Kirsten Schneid vai conduzir os debates e apresentar aos participantes produções europeias e asiáticas, destacando a abordagem sensível e criativa dos conteúdos selecionados e repetindo um pouco do espírito do evento de Munique, onde produtores das mais diversas culturas se encontram em clima de intercâmbio, abrindo espaço para todo tipo de opinião ou controvérsia.

A participação de profissionais interessados no workshop requer inscrição prévia e a contribuição com uma taxa de apoio à produção no valor de R$ 60. Mas há inscrição com valor promocional para quem se inscrever também em mais de um deles. Outros dois workshops serão oferecidos no âmbito do Festival comKids Prix Jeunesse Iberoamericano. Veja a programação dos workshops aqui.

O Workshop MALETA PRIX JEUNESSE INTERNACIONAL terá tradução simultânea em português e tem vagas limitadas.

MALETA PRIX JEUNESSE INTERNACIONAL NO COMKIDS
Mediação: Kirsten Schneid

Kirsten_Schneid
Primeira parte – Temas desafiadores
Esta sessão reforça as discussões abertas pelo Festival comKids deste ano, uma oportunidade de ver e debater produções sensíveis, de qualidade, que abordam temas tabus nem sempre conversados com crianças de forma aberta e esclarecedora.

How Ky turned into Niels (Holanda, 2014, IKON Docs Netherlands)

HOW KY TURNED INTO NIELS

Dir.: Anouk Donker, 20 min
Faixa etária: 11 a 15 anos , NF

Brincar com fogos de artificio, correr e jogar muito futebol. Isso faz de Ky uma criança realmente feliz. Na verdade, por alguns anos, ela foi muito infeliz por ter um corpo de menina. No último verão, Ky finalmente conseguiu dizer a seus pais que ela queria ser um menino e se chamar Niels. Junto com sua amiga Sterre, que chamava-se Tibor e que tem um corpo de menino, contaram a seus colegas de classe da escola secundária que eram crianças transgênero. Foi o início de uma nova vida, agora como Niels.

Puberdade: vagina e menstruação (Noruega, 2015, NRK Super)

PUBERTY - VAGINA AND MENSTRUATION
Dir.: Rune Kjaer Valberg, 6 min
Faixa etária: 11 a 15 anos, NF

Este episódio é parte de uma série sobre puberdade. Ao todo são 8 episódios que cobrem todos os aspectos da puberdade, do crescimento, da mudança de voz, do
desenvolvimento dos seios e genitais. Série produzida com o departamento de Ciência da NRK e e baseada em informações científicas sobre o desenvolvimento do corpo na puberdade.

Sleeping Lions (Reino Unido, BBC 2 / Libra Television)

SLEEPING-LIONS
Dir.: David Barnes Prod: Louise Lynch, 16 min
Faixa etária: 11 a 15 anos, F

Comovente drama para jovens. Mia, uma tímida menina de 15 anos, tem um obscuro segredo oculto que ela nunca compartilhou com ninguém por causa do medo de destruir a felicidade de sua família. Mas quando vê que sua irmã menor está correndo risco, ela encara o dilema de tomar uma decisão difícil. Escrito pelo premiado Neil McKay (BAFTA) e desenvolvido pela equipe agraciada com o Emmy Internacional, Louise Lynch (producer) e David Barnes (diretor e editor), Sleeping Lions aborda corajosamente o tema tabu do abuso sexual dentro das famílias, de forma sensível, acessível e não explícita. A história, baseada em pesquisas com sobreviventes de abusos, é contada do ponto de vista de uma jovem.

Crazy, crazier, Junior High (Finlândia, 2015, YLE – Helsink)

CRAZY,-CRAZIER,-JUNIOR-HIGH-
Dir.: Tuomas Toivainen, 6 min
Faixa etária: 11 a 15 anos, F

Meninos e estudantes, com suas espinhas e hormônios, são os heróis desta série de animação de sátira e humor. Antii, o protagonista, tem 13 anos. Junto com seus grandes amigos Kalle e Keijo, ele encontra todo tipo de personagem em jogos, na escola ou em suas horas de lazer. Série muito popular na Finlândia. O criador desta animação tem 17 anos.

My father (Holanda, 2012, VPRO Dutch TV)

MY-FATHER-+ou-
Dir.: Jack Valkering, 7 min
Faixa etária: 7 a 11 anos, NF

Neste episódio, Marit, de 9 anos, nos mostra como lidar com seu pai, de 55 anos, que não a reconhece mais. Seu pai não mora mais na mesma casa que ela e, por isso, em seu quarto, Marit mantém uma vela que o representa. Ela acende a vela todos os dias ao voltar da escola. Por vezes Marit lhe faz visitas numa casa de repouso e cuidados, e faz seu almoço. A comunicação é bem difícil, mas isso não quer dizer que ela deixe de amá-lo.

New (Holanda, 2015, NCRV, Hilversum)

NEW

Dir.: Eefje Blankenvoort, 19 min
Faixa etária: 7 a 10 anos, NF

Com seus olhos abertos, Tanans, menino de 8 anos, olha ao redor. Seu novo ano na escola apenas começou. Tudo é muito excitante para todos os alunos e especialmente para Tanans, mas ele não consegue entender nenhuma palavra que as crianças estão falando. Tanans está na Holanda há apenas uma semana e não fala a língua e não entende nada dos costumes, do jeitinho local, não faz nenhum amigo. Tanans é congolês, mas cresceu numa zona de refugiados em Uganda. Junto com a família, veio para a Holanda como “refugiado convidado”. No campo de refugiados eles foram selecionados pelo UNHCR para serem assentados na Holanda e começar uma nova vida. No filme New, seguimos Tanans em sua viagem de descobertas.

Superman Gaaana (Mongólia, 2016, MNB)

SUPERMAN-GAANAA
Dir.: Ariunjargal Luvsantseren , 15 min
Faixa etária: até 6, NF

Gaana, de 6 anos, é o membro mais novo de uma família tradicional de pastores nômades que vivem nos campos da Mongólia. Ajudando seu pai, andando de bicicleta e brincando de super-homem, Gaana sonha em ter uma irmãzinha que possa cuidar, da mesma forma que cuida dos cabritinhos . Um dia o sonho se realiza. Quando chega a hora certa a família viaja para o hospital na cidade mais próxima. Gaana fica triste porque dormiu e perdeu o grande momento do nascimento. Mas logo está envolvido no trabalho dos cuidados do bebê.

MALETA PRIX JEUNESSE INTERNACIONAL
Mediação: Kirsten Schneid
Segunda parte – Histórias leves e originais:
Nesta sessão, alguns exemplos de entretenimento onde destacam-se formatos diferenciados e narrativas surpreendentes.

Little Lunch – A sala do diretor (Austrália, 2015, ABC)

LITTLE-LUNCH
Dir.: Wayne Hope, 13 min
Faixa etária: 7 a 10 – F

Sem capacidade de controlar seus impulsos, Rory morde Melanie nas mãos. Quando ele é punido e mandado para a sala do diretor da escola, as outras crianças sentem pena e tentam ajudá-lo. Quando as crianças são entrevistadas e chamadas a falar sobre as atitudes de Rory, elas revelam que afinal ele não fez por querer. Na verdade, ele não consegue se controlar. “Little Lunch” mostra os problemas que acontecem no recreio da escola, histórias que podem parecer pequenas para os adultos, mas que são grandes para as crianças. A série usa humor para investigar temas como a aceitação, o medo, a tolerância, a ansiedade, a amizade, a lealdade, a confiança e o abandono no contexto de ambientes familiares. “Little Lunch” explora o gênero híbrido de documentário e comédia dramática. As histórias estão contadas por seis alunos bem diferentes.

The games (Noruega, 2013, NRK super)

THE-GAMES
Dir.: Martin Lund, 7 min
Faixa etária: 7 a 12 anos,F

No seriado “The Games” conhecemos Stian, de 11 anos, cuja vida diária é acompanhada por dois comentaristas esportivos. Stian enfrenta desafios em cada capítulo e tem que utilizar todas as suas habilidades táticas para se manter no jogo, especialmente quando ele quer evitar comer peixe, comprar jogos não permitidos para sua idade, chegar na escola pontualmente, assistir seu show favorito na TV tarde da noite ou colar na prova de matemática. Porém o jogo mais difícil da temporada é quando ele quer conquistar o coração da menina mais bonita da sua classe.

The Moon and me (Alemanha, 2016, ZDF)

THE-MOON-AND-ME
Dir.: Nanci Piniadaki, 8 min
Faixa etária: até 6 anos , F

O curta “The Moon and Me” conta a história de um menino que não consegue dormir. Virando de um lado para outro, de repente, ele percebe uma luz mágica em seu quarto. O menino quer pegar a luz linda, mas ela foge. Começa então uma brincadeira entre eles até que o menino se cansa e dorme. A luz mágica voa para onde veio. Será que foi à Lua? Baseada na peça de Xenia Kalogeropoulou.

The summer with dad (Noruega, 2014, NRK)

THE SUMMER WITH DAD

Dir.: Knud Naesheim, 6 min
Faixa etária: até 6 anos , F

Axel tem 5 anos e não tem muita intimidade com seu pai. Juntos eles vão viajar para se conhecer melhor. Quando o pai se ausenta por alguns minutos, Axel usa a máquina do pai e corta seu próprio cabelo. Como será que seu pai vai reagir? O programa faz parte de uma série do projeto de Trocas de conteúdo nórdico, que tem como objetivo mostrar a vida cotidiana nórdica.

The wish fish (Rep. Tcheca, 2015, TV Tcheca)

Příběh pro EBU - Rybička
Dir.: Karel Janak, 15min
Faixa etária: 7 a 10 anos, F

Simon tem 8 anos e viaja de férias com seus pais e a irmã mais velha para um camping. Mas nada funciona como ele imaginava. O pai ajuda a montar a barraca de algumas meninas ao lado, sua mãe está brava, e sua irmã não faz nada. Ninguém quer brincar com Simon e então ele decide nadar. Na água, encontra uma garrafa com um peixe dourado. Antes mesmo de entender sua descoberta, a irmã vira uma cabra e as meninas se transformam em galinhas. Pior ainda, sua mãe pega a garrafa com o peixe e joga fora. Simon tem apenas uma opção: achar o peixe e colocar tudo no seu devido lugar. Mas as coisas ficam inesperadamente complicadas.

Mimicries (Japão, 2016, NHK)

MIMICRIES
Dir.: Taro Okayama, 10 min
Faixa etária: até 6 anos , NF

O mundo natural é cheio de semelhanças, na aparência e nas ações. São os Mimicries um caso de padrões de formas e comportamentos? Por que acontecem? São realmente tão semelhantes? Se nós observarmos e pensarmos sobre as semelhanças, as diferenças e as leis da natureza, perceberemos que existem mecanismos parecidos. Este programa procura as semelhanças existentes no mundo natural, estimula a capacidade de observação e imaginação, essencial para criação do espírito científico.

Nice work (Noruega, 2015, NRK Super)

NICE-WORK!
Dir.: Baed Iva Engelsas, 12 min
Faixa etária: até 6 anos , NF

“Nice Work” é sobre crianças que vivem uma situação nova, fora de seu dia-a-dia seguro. Crianças de 6 anos visitam lugares de trabalho adulto e acompanham as rotinas junto a funcionários. Veterinários, bombeiros, em locais como estações ferroviárias, igrejas e muitos outros. As crianças vivem a experiência, participam dos trabalhos durante a visita e falam sobre a sua curiosidade do mundo visitado. Neste episódio elas aprendem sobre o sistema de esgoto, seu funcionamento e possíveis falhas.

O Festival comKids Prix Jeunesse Iberoamericano é uma realização do Midiativa – Centro Brasileiro de Mídia para Crianças e Adolescentes, do Goethe-Institut São Paulo e Sesc SP, em parceria institucional com a Fundação Prix Jeunesse Internacional e concepção da Singular, Mídia & Conteúdo.

Consulte a programação completa do festival, aqui.

** Workshops comKids – Inscrições aqui.

Festival comKids Prix Jeunesse 2017

De 14 a 20 de agosto – São Paulo

Mais de 160 produções inscritas

Conteúdos de 10 países da América Latina + Espanha e Portugal

Mostra competitiva – Sessões Especiais – Júri infantil e adolescente – Workshops 

Sesc Consolação, Goethe-Institut São Paulo, Espaço Itaú de Cinema e Cinemateca Brasileira

ASSESSORIA DE IMPRENSA – Escritório de Comunicação
Cris Brito- cel 55 11 991813691
55 11 3796 6087/ 2679 3984
skype: cris.brito
Rua Cardeal Arcoverde 2811 – conjunto 904 – Pinheiros- São Paulo /SP
www.crisbrito.com.br