EVENTOS

Por: comKids(Redator)

Evento comKids discute a “não ficção” na produção audiovisual para o público infantojuvenil

A diversidade de histórias e realidades infantis e o desafio de criar produções audiovisuais para crianças e jovens que tratem dessas realidades, dos fatos da vida e do mundo baseados nos olhares das crianças e adolescentes são temas do comKids não ficção, que acontece no dia 23 de setembro, em São Paulo. O evento terá um dia de programação com debates, mostra e uma masterclass com Kez Margrie (Inglaterra), produtora-executiva do CBBC (o canal infantil da rede britânica BBC) e de produções como a série My life. Entre os convidados das mesas estão especialistas e produtores que vêm criando novos formatos e linguagens de produções de não ficção.

Inspirado no debate sobre o que é realidade e verdade dentro da não ficção no audiovisual, o comKids pergunta: o que é a realidade para a criança e qual sua relação com o universo e linguagens infantis? Como o audiovisual pode apoiar o constante exercício da expressão infantil? Como pode trazer a representação de infâncias e realidades diversas? Como os formatos de não ficção podem potencializar o protagonismo e a intervenção poética das crianças na realidade?

Além disso, o seminário faz uma reflexão sobre a percepção infantil da realidade e sua relação com a imaginação, os afetos e o imaginário. Em compromisso com mediações sensíveis que apoiem as crianças na construção do seu repertório e sentido de sua experiência e estar no mundo, o comKids cria um espaço para discutir formas de diálogos e representações dos vários modos de ser criança.

A mostra audiovisual vai ilustrar alguns exemplos interessantes para essas reflexões, como séries de TV, documentários, reportagens, noticiários e outros formatos de não ficção, criados ao longo das últimas décadas em vários países. A programação tem, ainda, a masterclass oferecida pela premiada produtora-executiva de não ficção do CBBC, Kez Margrie, para produtores e criadores interessados no tema.

Ao enfocar as histórias infantis, o evento pretende abrir o diálogo sobre as fronteiras entre realidade/ficção e realidade/imaginação e imaginário infantil, limiares tão íntimos à perspectiva infantil e inspirar novos projetos de não ficção para crianças.

O comKids não ficção conta com o apoio da SPCine, da Roquette Pinto Comunicação Educativa e da Brazilian TV Producers, programa de exportação da BRAVI em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O evento é uma realização do Midiativa e do Goethe-Institut São Paulo, em parceria com a Singular Mídia & Conteúdo.

Programação – comKids não ficção

Manhã
9h – Abertura
9h30 – Mesa 1 – Realidade e reconto do real
As subjetividades e sensibilidades infantis apresentam códigos próprios de leitura e construção genuína da realidade. O olhar da criança está sempre atento à essência das coisas e dos acontecimentos. Em seu olhar que sempre olha pela primeira vez o mundo, as crianças apresentam outras e novas formas de ver e de ser, recontando a realidade e destacando perspectivas que lhes são próprias.

Gabriela Romeu (Projeto infâncias)
Jornalista, documentarista, escritora e crítica de teatro infantil. Autora de “Terra de cabinha” (2016, Peirópolis), entre outras publicações. Em parceria com Marlene Peret, é idealizadora do Projeto Infâncias, que pesquisa, registra e reflete sobre a vida de crianças em diferentes lugares do país.

Heloisa Pires Lima (Antropóloga social e escritora de livros infantis)
Doutora em antropologia social, autora de livros voltados para o leitor infantil e juvenil, entre eles, “Histórias da Preta” (1998, Cia das letrinhas) e “Quilombololando” (2016, Amarilys). Consultora da série “Livros Animados” (Canal Futura, Melhoramentos, Projeto Brasil Plural e Oiapoque Edições).

Mediação: Vanessa Fort

Coordenadora geral, editorial e de planejamento do comKids

11h – Intervalo

11h30 – Mesa 2 – Diálogos com a infância e a juventude

Apresentação de projetos e processos de escuta infantil que investigam modos de aproximação e diálogos com as crianças, considerando aspectos éticos e sensíveis à diversidade de suas realidades e modos de ser.

Nayana Brettas (Criança Fala)
Mestre em sociologia da infância pela Universidade do Minho (Portugal). Nayana é membro da Rede Nacional Primeira Infância. Fundadora da ONG CriaCidade, que atua por uma cidade mais brincante, sustentável e humanista. Idealizadora e coordenadora do Projeto Criança Fala.

Roberta Asse (Criadeira de histórias)
Autora, designer e ilustradora de livros e aplicativos para crianças e jovens. Roberta é formada em arquitetura pela FAU-USP. Em 2015 publicou a “Coleção das crianças daqui” (Criadeira Livros), com histórias oriundas de viagens de pesquisa e escuta, realizadas pelo interior do país.

Tayla Nicoletti e Inês Figueiró (TV Cambridge)
Tayla: Formada em Cinema, trabalha com conteúdos audiovisuais infantojuvenis. Ilustradora de livros infantis e autora de HQ’s. Faz parte do coletivo TV Cambridge, que fomenta a produção audiovisual feita pelas crianças moradoras de ocupação no centro de São Paulo.

Inês: Formada em Jornalismo e pós-graduada em roteiro. Estudou documentário em San Antonio de Los Baños (Cuba). Escreve conteúdo audiovisual educativo para o público infantojuvenil. Co-roteirista e uma das assistentes de direção do longa “Era o Hotel Cambridge”.

Lindalva Souza (VIB – Vozes da infância brasileira)

Formada em artes cênicas, Lindalva atuou em projetos como “Com a palavra, as crianças” e “Mapa do Brincar”. Arte educadora, formadora de professores e coordenadora do processo de escuta lúdica do VIB – Vozes da Infância Brasileira, uma das ações do Mapa da Infância Brasileira – MIB.

Mediação: Nanci Barbosa

Roteirista, diretora e professora-pesquisadora. Atualmente leciona no bacharelado em audiovisual do Centro Universitário Senac.

13h – Almoço

14h – Relatos de experiência – Projeto Minha Vez, Repórter Rá-Teen-Bum e Logo!

Produtores e diretores falam sobre a experiência de realizar projetos de não ficção e trazem alguns dos resultados do projeto Minha Vez, fruto de parceria da Free Press Unlimited com o comKids, cujo foco está na criação de documentários de curta-metragem para o público infantojuvenil.

Mauro D’addio (Hora Mágica Produções)
Formado em comunicação especializado em cinema pela FAAP. Escritor de roteiros e diretor audiovisual. Entre suas produções estão: “Kunumi, o raio nativo” (2016, Hora Mágica e Free Press Unlimited, projeto Minha vez), “O morro da guerra eterna” (2011), “A menina do mar” (2010) e “Educador nota 10” (2014).

Ana Pacheco (3 Tabela Filmes)
Formada em Comunicação Social, mestre em antropologia e especializada em roteiro de cinema. Coordenadora do Núcleo Criativo Caleidoscópio. Escreveu as duas primeiras temporadas de “Gaby Estrella”, indicada ao Emmy Kids. Diretora do curta “Respeito”, realizado em parceria com o projeto Minha vez.

Ida Iervese (TV Rá-Tim-Bum)
Comunicadora social com experiência em criação, desenvolvimento e produção de conteúdo audiovisual. Atuou como coordenadora geral de produção da TV Rá Tim Bum (TV Cultura – Fundação Padre Anchieta) por oito anos. Desde 2013, é coordenadora geral do canal.

Logo! (ZDF, Alemanha) –  Markus Moerchen fará um relato por vídeo contando um pouco a respeito da experiência acumulada na série Logo! da ZDF (Alemanha), que explora o formato do noticiário infantil em formatos de até dez minutos.

Mediação: Beth Carmona

Presidente do Midiativa e diretora geral do comKids

15h – Intervalo

15h30 – Masterclass com Kez Margrie (produtora executiva da CBBC, Inglaterra)
Especializada em conteúdo infantil desde 1999, Kez é a responsável pelo comissionamento de projetos em formatos factuais e de entretenimento do canal de televisão britânico infantil CBBC. Seu portfolio inclui as séries “Operation ouch!” (vencedora do BAFTA), “Officially amazing” e “My life” (vencedora do BAFTA e do Prix Jeunesse Internacional), que traz as histórias de crianças comuns vivendo vidas extraordinárias desde uma perspectiva inovadora.

18h30 – Mostra de programas de não ficção

Programas selecionados de televisão e internet de diversos países do mundo e em diversos formatos exploram a não ficção feita com e para crianças.

Same but different – Theo’s Story (Inglaterra, 2014, David Barnes, Libra Television)
Série que trata sobre crianças especiais do Reino Unido. Com uma perspectiva sensível e documental, no programa as crianças buscam explicar como é ser especial, ou ainda, o que significa ser quem elas são.

Cultural Shock (Itália, 2013, Davide Tosco e Paolo Ceretto, RAI)
Programa cultural que descobre as origens da segunda geração de jovens residentes na Itália através de viagens pelos seus países nativos.

Las niñas de la guerra (Jaime César Espinoza, HierroAnimación, Colômbia)
A série relata histórias de crianças que fizeram parte de frentes de guerrilha, muitas vezes recrutadas à força por grupos armados.

Meninos e reis (Brasil, 2016, Gabriela Romeu)
Num dos folguedos mais populares do Cariri cearense, o palhaço pinta a cara de preto, crianças aprendem a jogar espada com destreza e meninas crescem como rainhas.

¿Con qué sueñas? – Trailer (Paula Gómez, Mi Chica Producciones, Chile)
¿Con qué sueñas? é uma série documental de TV que mostra os contrastes e a diversidade regionais, por meio da vida das crianças.

Inscrições

Inscrições encerradas

Serviço

comKids não ficção – Debates, mostra e masterclass

Data: 23.09.16 (sexta-feira), das 9h às 19h30

Local: Auditório do Goethe-Institut São Paulo

Endereço: Rua Lisboa, 974 – Pinheiros – 05413-001 | São Paulo – SP

Público-alvo: Produtores e estudantes de audiovisual, representantes de canais de televisão e profissionais das áreas cultural e educativa em geral (escritores, artistas, fotógrafos, game-designers, ilustradores, educadores, agentes culturais e sociais).

Capacidade: 200 pessoas