Novidades

Por: Giovana Botti (Redator)

Um anfiteatro escolar se transformou em sala de cinema para uma maratona de mostras especiais para quase mil meninos e meninas da região do M’Boi Mirim, na zona sul de São Paulo na Semana da Criança. O comKids promoveu quatro sessões gratuitas no último dia 8 de outubro no CEU (Centro Educacional Unificado) Guarapiranga com a exibição de produções de TV de qualidade voltadas para a infância.

mostra ceu 2

O line-up da mostra comKids teve produções premiadas no Festival comKids Prix Jeunesse Iberoamericano, realizado em junho em São Paulo, e incluiu programas, curtas e clipes produzidos no Brasil, no Japão, na Colômbia, em Portugal, Cuba, e no Canadá. Todos os vídeos exibidos tinham em comum a preocupação com o entretenimento e seu potencial educativo, para estimular o uso crítico e inteligente das crianças no contato com novas linguagens e narrativas que elas não veem com frequência na TV. “Para muitas dessas crianças esse foi o primeiro contato com produções de qualidade desse tipo. Esse acesso é de suma importância e abre as possibilidades do universo simbólico desses meninos e meninas”, avaliou Jaelson Batista Silva, o gestor do CEU Guarapiranga.

Entre as propostas inovadoras exibidas para os alunos estava, por exemplo, um programa japonês de design para crianças (Design Ah!) e o colombiano Mi Abuela, que revela os medos de uma menininha urbana, de sete anos, que vai para o meio rural passar o dia na casa da avó de origem indígena.

A Mostra comKids foi exibida para 560 alunos, de 5 a 6 anos, do Emei (Escola Municipal de Educação Infantil)  e 420, de 8 a 11 anos, do EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental). “Crianças gostam do novo, do inusitado e essas produções surpreendem. Esse alunos não estão acostumados a ver materiais desse tipo na TV”, afirmou o gestor do CEU Guarapiranga.

mostraceu

O comKids foi convidado para a programação especial da Semana das Crianças pela coordenadora pedagógica do CEU/Emei, Edna Dantas, que desde 97 está na rede pública de ensino.  Edna acompanha os festivais comKids, atenta às tendências da mídia educativa para utilizar em sala de aula produções de qualidade audiovisual. “É preciso extrair mensagens educativas do que exibimos para os alunos. Os educadores também precisam estar atualizados para explorar conteúdos que não tenham estímulo à violência, que orientem quanto à sexualidade e o consumo”, defende. Para Edna, temas importantes para a infância e a adolescência podem ganhar uma abordagem mais interessante na escola com conteúdos de entretenimento educativo.

Nosso muito obrigada aos produtores que nos apoiam nesta atividade do comKids!