Novidades

Por: comKids (Redator)

O Festival comKids – Prix Jeunesse Iberoamericano 2015 aconteceu de 15 a 23 de agosto. Reuniu aproximadamente 1000 pessoas, vindas de 12 países da América Latina e do mundo. O tema do Festival foi “Infância e diversidade”.

O evento é uma realização do Midiativa (Centro Brasileiro de Mídia para Crianças e Adolescentes), Sesc e Goethe-Institut, contando com a coordenação da Singular – Arquitetura de Mídia e com as parcerias da Fundação Prix Jeunesse e do Cine Espaço Itaú, através do Clube do Professor. Pela primeira vez, tivemos conosco profissionais do Equador, do Peru e da Nicarágua, além de argentinos, uruguaios, cubanos, colombianos, chilenos , contando ainda com a participação de representantes dos outros estados brasileiros.

7 a 11 ficcao quemosntrote mpordeu

“Que monstro te mordeu?”, vencedor da categoria 7 a 11 anos ficção (Brasil, 2013. Direção: Cao Hamburger e Philippe Barcinski / Coprodução: Caos Produções e Primo Filmes, TV Cultura e Sesi-SP). Foto: Danila Bustamante / comKids

Foram 13 as produções premiadas nas primeiras colocações das categorias audiovisuais, interativas e especiais (prêmio Diversidade, SescTV e os prêmios dos Júris Infantil e Adolescente) e os diretores e produtores representantes dos conteúdos vencedores das categorias audiovisuais embarcam para conhecer o Festival Prix Jeunesse Internacional, que se celebra em maio de 2016, em Munique (Alemanha).
Veja as fotos da premiação.

Confira a lista completa de produções finalistas.

As atividades do PJ Ibero aconteceram no Sesc Consolação e no Goethe-Institut e um dos destaques da edição 2015 foram os júris infantil e adolescente, compostos por alunos de escolas públicas e privadas que estiveram presentes nas exibições dos dias de festival. Eles vieram acompanhados de seus professores e puderam participar dos debates, conjuntamente com os produtores audiovisuais que estavam no acompanhando as sessões do festival, em um interessante diálogo. Veja as fotos do evento.

Além das atividades acima, tivemos também dois workshops internacionais, com Maya Goetz (Alemanha) e Anne-Sophie Brieger (Canadá), que trataram sobre a criação de histórias e o desenho e desenvolvimento de apps para crianças, respectivamente.
As atividades, como sempre, foram gratuitas e, dos mais de 240 conteúdos inscritos, chegou-se ao número de 119 finalistas que foram avaliados e debatidos pelo publico participante.

Infância e Diversidade
Produções de ficção e não ficção, com ou sem interatividade, ganham importância em nossa sociedade que, a cada dia, precisa oferecer diversos e complementares caminhos para a educação plena das crianças e adolescentes. Na atualidade, temas, abordagens e questões de linguagem precisam absorver a diversidade em contextos infantis também. O comKids 2015 se dedicou a investigar e discutir algumas questões relacionadas a acessibilidade e inclusão, gênero e diversidade, bullying, resiliência e alteridade, entre outros pontos.

Imagem do destaque: Entrega de menção honrosa da Categoria Apps a Antivírus Espacial. Produção:  Colégio Visconde de Porto Seguro. Foto: Danila Bustamante / comKids