Novidades

Por: comKids (Redator)

Estão abertas as inscrições para o Programa de Fomento ao Cinema Paulista e Prêmio Estímulo de Curta–Metragem. O prazo termina em 11 de agosto de 2014.

Com investimento de R$ 9,2 milhões, os editais “Programa de Fomento ao Cinema Paulista” e “Prêmio Estímulo de Curta–Metragem” serão destinados à produção ou à finalização de obras cinematográficas.

O Programa de Fomento ao Cinema Paulista contará com R$ 8 milhões, investidos pela Sabesp, por meio da Lei Rouanet. Serão distribuídos prêmios para a produção e finalização de filmes em longa-metragem nos gêneros ficção, animação e documentário. Na modalidade produção, o valor máximo de apoio será de R$ 800 mil para cada projeto, totalizando R$ 6 milhões. O valor restante será destinado aos projetos de finalização, com prêmios individuais de R$ 300 mil, totalizando R$ 2 milhões.

A seleção das produções será realizada pela Secretaria de Estado da Cultura, que avaliará as inscrições por critérios de seleção como a qualidade estética dos projetos, se estão previamente aprovados pela Agência Nacional de Cinema – ANCINE e se o diretor do projeto reside no Estado de São Paulo comprovadamente há mais de 02 anos. Como contrapartida, desde 2012, todos os beneficiados devem produzir cópias com legenda, com o intuito de ampliar o acesso ao conteúdo para pessoas com deficiência auditiva.

O Programa de Fomento ao Cinema Paulista foi criado para possibilitar o patrocínio de empresas estatais paulistas, via incentivo fiscal, a produções artísticas aprovadas nas leis Rouanet e do Audiovisual. A organização do Programa cabe à Secretaria de Estado da Cultura, que faz a seleção dos projetos de acordo com critérios estabelecidos em Lei e valores disponíveis para aplicação.

O Programa já viabilizou a execução de diversos filmes reconhecidos pela crítica e contemplados por prêmios nacionais e internacionais, entre eles, o longa Uma História de Amor e Fúria, um dos pré-selecionados no Oscar 2014 na categoria animação, além de sucessos de público como O Cheiro do Ralo (Heitor Dhalia), Antônia (Tata Amaral), Reflexões de um Liquidificador (André Klotzel), A Casa de Alice (Chico Teixeira), Um Homem de Moral (Ricardo Oliveira), É proibido Fumar (Anna Muylaert) e As Melhores Coisas do Mundo (Laís Bodanzky).

Já o Prêmio Estímulo de Curta–Metragem, criado em 1968, é um dos pioneiros no país enquanto política de incentivo à produção de curta-metragem. Seleciona projetos, por meio de edital público, para receber apoio financeiro visando à realização de filmes em curta-metragem nos gêneros ficção, documentário e animação. Anualmente, roteiros são selecionados, sendo que, destes, necessariamente 05 (cinco) projetos selecionados serão de proponentes domiciliados fora da capital do Estado de São Paulo. Em 2013, foram registradas 268 inscrições e selecionados 12 projetos. Cada um recebeu o valor de R$ 80 mil. As inscrições são abertas por meio de edital público, lançado uma vez por ano.

Em 2014 serão destinados R$ 1,2 milhão, que beneficiarão 15 projetos de filmes com duração igual ou inferior a 25 minutos, nos gêneros ficção, documentário e animação. Os projetos serão selecionados por meio de concurso – à semelhança do que acontece no ProAC Editais. Cada contemplado receberá R$ 80 mil para realização do projeto.

Mais informações sobre os editais, clique aqui.

Imagem do destaque: cena de Uma história de amor e fúria, de Luiz Bolognesi

Fonte: Assessoria de imprensa – SEC
Data: 27/06/2014